quinta-feira, junho 30, 2011

Primeiro treino 11/12

Como foi apelado no blog do Gruppo Fanatics, os Mafiosos em geral e a Família Leixonense deveriam aparecer em bom número para assistir ao primeiro treino da época que está quase a começar.
Os exames médicos estão a decorrer já há alguns dias, mas na sexta feira realizar-se-à o primeiro treino da temporada 11/12.
Apareçam, vamos mostrar que o Leixões somos nós!


Estádio do Mar
6ª Feira
16 Horas

domingo, junho 26, 2011

Leixões, que futuro?

O início dos trabalhos para a nova época aproxima-se, e com ele um mar de incertezas e indefinições.
Instabilidade Directiva, Dívidas ao Fisco e à Segurança Social (o que impossibilita a inscrição da equipa), Dificuldades estruturais...

No obstante a falta de militância, a inquietação dos simpatizantes é grande, ora nas tertúlias de cafés matosinhenses, ora na rua, passando inevitávelmente pela Praia, o Leixões está na "boca" de todos, os que sentem e sofrem por este clube secular, que tantas alegrias (lendárias e imortalizadas) nos deu, e que certamente nos continuará a dar
  • Será que vamos competir na Liga de Honra?
  • Será que vamos ter uma equipa de miúdos aguerrida e combativa que nos garanta a manutenção? (o Varzim tentou e não conseguiu!)
  • Será que o Santana vai mesmo ser uma realidade?
  • Será que o Clube se vai aproximar da Cidade e suas Gentes?
  • Será que vai aparecer um novo Profeta, para comandar os destinos da nossa nau?
  • Será que vamos seguir as pisadas do Salgueiros?
  • Será verdade que somos o Clube, que mais devemos às Finanças?
  • Será que o dinheiro proveniente da Municipalização (isto se o tribunal de Contas, der parecer positivo), vai liquidar todas as nossas dívidas?
  • O que foi feito com o dinheiro proveniente da Sport TV, Cepsa, Mar à Mesa, e da venda de jogadores (Beto, Brian Angulo, Jorge Gonçalves, Wesley, China, Filipe Oliveira...)?
Muitas outras questões são apregoadas e poderiam ser colocadas a quem de direito, mas o certo é que este vasto leque de questões preocupa e mói os leixonenses.
Muita gente fala e critica a gestão de C. Oliveira, porém ninguém se predispôs a assumir o comando do nosso Clube.
Independentemente de quem fique ao leme do Mágico, é imperioso romper de vez com o passado, e:
  1. Criar uma equipa/estrutura forte, profissional e competente, que pense, viva e sinta o Leixões;
  2. Dotar o clube de boas instalações que possibilitem o desenvolvimento e a formação dos nossos jovens;
  3. Apostar numa boa equipa de psicólogos, para acompanharem, compreenderem e aconselharem os nossos jovens, no intuito, de os tornarem mentalmente mais fortes;
  4. Refazer a política desportiva do LSC, valorizando os nossos ativos, e simultaneamente criando um gabinete de prospeção, que vise fundamentalmente, observar e captar talentos de divisões secundárias.
  5. Apostar numa equipa de Marketing profissional, dotando-a de condições mínimas necessárias que garantam a obtenção de resultados.
  6. Aproximar o Clube à Cidade e suas gentes, através de uma política de valorização dos associados, e desenvolvendo campanhas/iniciativas que visem trazer gente ao estádio. Campanhas que se deverão estender a todas as freguesias do nosso Concelho.
Nos últimos dias, estamos a ser bombardeados por noticias no Blog Leixões (que cita notícias veiculadas em diversos orgãos de counicação social), fazendo alusão a hipotéticas contratações do Leixões (não sei se alguns dos nomes falados são encomendados), mas não fazem grande sentido, quando o Leixões necessita de se se conter, e apresentar um orçamento rigoroso e criterioso - dentro das reais possibilidades do Clube.
Elvis e Roberto têm um salário proibitivo para os nossos cofres. Na nossa perspectiva o salário de um jogador não deveria ultrapassar os 2000 euros! Fala-se no empréstimo de Pedro Queirós? sinceramente é absurdo, tendo em conta que temos o Paulinho e o Sony!.
Guerra, Zé Manel, Filipe Gonçalves, Zé Manuel entre outros ... não questionamos o valor e o caráter destes jogadores, mas ainda ontem fomos confrontados com uma notícia que dava conta da contratação de André Simões por parte do St. Clara. Jogador formado no nosso clube, com um potencial enorme e com somente 21 anos de idade.
Diego Mourão, já rubricou vínculo com o nosso clube, mas é importante dizer que já esteve nas cogitações do Leixões em Dezembro último, mas o Mister Inácio não o quis! Concomitantemente é por esta e por outras notícias semelhantes, que defendemos uma estrutura profissional que pense nos interesses do Leixões e não nos interesses pessoais de treinador X ou empresário Y.

Para uns, o Leixões é simplesmente um Clube, PARA NÓS É TUDO!
Prometemos estar atentos e ativos! O Leixões vive dentro de nós, pelo que, jamais nos demitiremos do nosso papel:
 APOIAR E LUTAR PELO MÁGICO...ATÉ AO ÚLTIMO PEIXEIRO!

domingo, junho 12, 2011

Do melhor ...


Tornados - Rapid Viena (Austria)
Delije - Estrela Vermelha Belgrado (Sérvia)

sábado, junho 04, 2011

Balanço época 10/11

Finda a época desportiva, urge fazer-se um balanço global …

No plano desportivo, a época traduziu-se num verdadeiro “naufrágio”, qual Titanic! No obstante, a contratação de Augusto Inácio e o seu discurso ambicioso garantindo perante uma vasta plateia – a subida de divisão, o que é facto é que Inácio nunca mostrou ser um bom Timoneiro, com uma atitude passiva no banco (constantemente de braços-cruzados), e um discurso interno inexistente, aliado a uma táctica sofrível (colocando teimosamente Oliveira a jogar encostado à esquerda).

A nau rubro-branca andou completamente à deriva, e a gritante falta de condições financeiras também contribuiu para hipotecar o ténue objectivo de subida, pelo que, a substituição de Inácio por Litos, apenas serviu para motivar uma equipa “triste” e “sem-chama” à imagem do “Flop” Inácio. Verdade seja dita, a equipa em termos exibicionais subiu de produção, mas a ingenuidade e a falta de sorte, em alguns momentos (Moreirense, Estoril), condicionaram a posição do LSC na tabela classificativa.

Em termos directivos, a instabilidade (infelizmente) “habitual”, continuou a fazer mossa, e o discurso do “EU” sobrepôs-se ao “NÓS”. O Leixões, mais parece uma casa-fantasma, onde tudo gira em torno de Carlos Oliveira, não se percebendo qual o verdadeiro papel dos restantes elementos da Direcção e da SAD.

No estádio, destaque pela negativa, para a falta de militância dos associados, e fundamentalmente para a incapacidade dos nossos directores, em fomentar iniciativas que visem a angariação de adeptos/associados.


Indubitavelmente, somos obrigados a concluir que faltam Directores capazes de Pensar, Sentir e Viver o Clube.


Resta falar dos “Suspeitos do Costume”, aqueles que semanalmente empunham a bandeira e o cachecol do Mágico - a Enorme Máfia Vermelha.

A Grandiosa Curva do Mar, marcou presença em todos os jogos oficiais do Leixões, com particular destaque para os jogos realizados fora-de-portas, onde o nosso Grupo mostrou o porquê de ser a alma e a voz do Leixões. Por esses estádios fora, a força da Curva do Mar fez-se sentir e o apoio ao Mágico resumiu-se à Máfia Vermelha.

Ao falar sobre o comportamento do Grupo MV ao longo da época, é imperativo vincar a presença de duas Gerações de Ultras, a mais antiga (que esteve na base da fundação da MV, e que constitui a força de “intervenção” do Grupo) e a mais nova, que garante a continuidade deste projecto Ultra, que visa apoiar indefectivelmente o Mágico.

Continuamos a acreditar que a Geração fundadora tem ainda muito para dar, e muitos ensinamentos para transmitir à nova Geração, especialmente no domínio dos valores de união, amizade e espírito ultra. No obstante, a Nova Guarda ser muito activa e empreendedora.

É com certo regozijo, que vemos o Grupo Fanatics a crescer, do mesmo modo, que a Biquinha, Cruz de Pau e Margem Norte, continuam a manter bem acesa, a chama MV!
Com efeito, relativamente à MV, o balanço foi francamente positivo, pois contra tudo e todos, a Máfia conseguiu manter-se unida e fiel aos seus princípios.

Nem melhores, nem piores

Nova sessão da Tertúlia Leixonense

quarta-feira, junho 01, 2011

Jantar 8º aniversário MV


Caro companheiro de Curva, 


Tu, que comigo e outros Verdadeiros dêmos vida ao Mar e estádios Portugueses, onde o Mágico Leixões jogou, estás mais que convidado, e a tua presença é obrigatória, em mais uma comemoração do 8º aniversário da Máfia Vermelha.
Se tu és um Verdadeiro Ultra MV, a Máfia pertence-te, como a muitos outros, e é juntos que temos que viver mais um momento de união como terá de ser este da Família Mafiosa.Celebramos mais um ano de apoio incondicional ao Leixões Sport Club, mais um ano de amizade, companheirismo e união Leixonense, comemoramos mais um ano de dedicação Ultra a um Clube, a uma causa, a um Grupo. 


Conto contigo para mais uma confraternização da Família,  para mais um momento importante da vida do Grupo.


Adega Leixões

Sexta-feira, 3 de Junho

21 Horas

10 Euros


Confirmações até 5ª feira na Sede MV



NEM MELHORES, NEM PIORES...