quarta-feira, abril 26, 2006


Os verdadeiros nunca faltam à chamada...


32ª Jornada: Leixões 4 Vizela 1

Numa bela tarde soalheira, os verdadeiros não faltaram à chamada e deram grande lição de mentalidade aos demais presentes no palco dos nossos sonhos. Raça, garra e atitude eis alguns dos adjectivos que servem para qualificar a actuação da Família MV! Ao som de: O teu orgulho (clap, clap) A tua voz (clap, clap) Os verdadeiros (clap, clap) Somos nós (clap, clap), Leixões ale ale ale, Leixões ale ale ale, Leixões ale ale ale Leixões ale; os ultras do Mar empurram o Leixões para a vitória que bem cedo começou a ser construída, corolário de um golo de Nuno Amaro, que prontamente se dirigiu à curva para festejar connosco o 1º golo leixonense; O Leixões dominava a seu bel-prazer o Vizela e não espantou a obtenção do 2º golo, diga-se em abono da verdade, um excelente golo de Alexandre num centro-remate que traiu por completo o guardião vizelense. Os adeptos rejubilavam com a exibição de querer do Leixões e, os bravos sentiam que os adeptos estavam com a equipa, pelo que, se prontificaram a dar espectáculo, as jogadas de perigo sucediam-se e, o 3º golo surgiu naturalmente, através da marcação de uma grande penalidade indiscutível, a punir falta sobre Leandro Neto. Glauber foi chamado e facilmente converteu o penalty. O intervalo chegou com o placard assinalando 3-0 para o Leixões. Na etapa complementar, o futebol decaiu de qualidade, assistiu-se a uma partida morna e sem interesse, onde apenas os 2 golos apontados (um para cada lado) trouxeram animação à bancada. Em suma, foi uma vitória fácil e justa do Leixões.
Nota para a presença de 4 amigos da Mancha Negra.

Posted by Picasa

quinta-feira, abril 20, 2006

Afinal quem são os verdadeiros?
Onde está a Mentalidade? A Coerência? A Fidelidade? A Raça? O Respeito?
De uma vez por todas, tenham a dignidade de reflectir sobre o vosso comportamento/atitude na curva vermelha.
É inconcebível que utilizem o grupo, só para irem "à bola" a preço diminuto.
Esse procedimento já se arrasta há algum tempo, quem quiser apenas ver o jogo de futebol, ficar sentadinho na bancada, beber uns copos, fumar, enfim... façam o favor de adquirir ingresso na bilheteira do Leixões!
DOMINGO, OS INGRESSOS VÃO SER ADQUIRIDOS NA BILHETEIRA: SÓCIOS - 6.5€
VAMOS VER QUEM SÃO OS VERDADEIROS ULTRAS! Posted by Picasa

quarta-feira, abril 12, 2006

terça-feira, abril 11, 2006

30ª Jornada: Marco- 0 Mágico Leixões- 5

PASSEIO NA ALDEIA...

Marcorock - 09/04/2006. Dia inesquecível para o Leixões e, em especial para os marcuenses! Num jogo de segurança máxima, cerca de 1200 leixonenses invadiram a Aldeia, cuja população saiu à rua para ver a caravana rubro-branca passar e passear! Grande deslocação dos adeptos matosinhenses, que pese embora, as ameaças de guerra, aliadas às constantes provocações na net, onde pontificava a palavra "Kinder" - Surpresa, deram prova cabal do amor e fidelidade para com o Leixões e mostraram também que a palavra "Medo" não consta no nosso dicionário.
A chegada à Aldeia foi pouco atribulada, apenas alguns aldeões foram incapazes de conter a alegria que transbordava no rosto e resolveram presentearem-nos com as já míticas lembranças marcuenses em forma de pedra. Mais uma vez o nosso obrigado, sois muito gentis!
Na entrada para o recinto de jogo, algumas das frases da Máfia, bem como alguns estandartes foram confiscados. Porém, isto não impediu a Máfia de abrir as hostilidades, abrindo inicialmente uma tarja onde se lia: "VOCÊS SÃO...", os parolos desataram a olhar, pensando "se é que pensam", que surgiria logo a seguir uma tarja provocatória, mas puro engano, a Máfia levanta outra tarja onde se lia: "E SERÃO SEMPRE", suspense no estádio, olhos concentrados no que viria seguir, e fez-se luz: "O NOSSO ORGULHO, FORÇA L.S.C.". No tocante ao jogo, Leixões entrou praticamente a ganhar, fruto de uma grande penalidade apontada por Brasília, penalidade essa, contestada pelos locais que não vislumbraram a infracção. Porém ela foi tão evidente que o próprio Stevie Wonder não hesitaria em apontar penalty. Os ultras MV, já anteviam a goleada e começaram a cantar "eu só quero outra vez 4 a 0", nestes primeiros minutos de jogo ainda se assistiu a alguma luta na bancada, mas após a obtenção do 2º golo do Leixões autoria do raçudo Malafaia, os Bluff Gays deixaram de cantar "talvez as pilhas tivessem acabado!" e, a curva Leixões dava espectáculo, sendo de destacar o KOp to KOp. Pelo meio, mais dois frases abertas pela Máfia: "A AZIA É TÃO INTENSA, QUE O ESTÁDIO SÓ ENCHE COM A NOSSA PRESENÇA" e uma outra "DISFRUTEM ALDEÕES É A ÚLTIMA VEZ QUE JOGAM COM O LEIXÕES". O 3º golo do Leixões surgiria, atrávés de Henrique e, com ele, surgiu a debandada dos marcuenses, se bem que primeiro, os Monkeys Boys fizeram questão de uma vez mais destruirem as redes, ao verem nova frase: "ACORDEM PARA A DURA REALIDADE, SOIS GRUPO DE ALDEIA E NÃO DE XIDADE"; é caso para dizer que quando os Bluff Gays não têm juizo, quando os Bluff Gays só dão prezuizo, as redes é que pagam, as redes é que pagam, eles querem destruir, antes de fugir (música de António Variações) . A "canalhada" riu-se à brava com a atitude da parolada e, levantou uma última tarja: "ADEUS, ATÉ UM DIA"
Foram poucos os resistentes marcuenses, o resultado avolumava-se, a azia aumentava, e o espectáculo da curva Leixões não parava, já dava para tudo, inclusive para fazer o "Comboio", até ao final do jogo, o único ponto de interesse residia em se saber qual seriam os números da goleada. Foram cinco 5, podiam ter sido mais, mas 5 é um número simpatico.
Quanto à Máfia Vermelha, convém referir que a nível vocal a prestação não foi das mais conseguidas, mas em abono da verdade, com excepção dos primeiros minutos do encontro, onde se assistiu a um bom duelo entre os grupos, à medida que o Leixões ia ampliando a vantagem e consumando a goleada, a pica acabou, em especial, no 3º golo, altura em que os Bluff abandonaram o estádio. Em termos numéricos, a MV esteve em grande nível. Por fim convém fazer uma alusão às frases que não foram abertas, pelo facto de não existirem aldeões na bancada para as lerem:
- "DESPEDIMENTOS? DEMISSÕES? ROUBO€? AUDITORIAS? AMEAÇAS? EXTINTORES? INCÊNDIOS? EIS O FILME DA ÉPOCA NA ALDEIA";
- " TROUXEMOS A BÚSSOLA ... MARCO 2ªB"
- "RENDAM-SE ALDEÕES À SUPERIORIDADE DO LEIXÕES"
- " NÃO SE AFUNDEM"
- "MAIA? ERA O ZOO MAIS PERTO PARA VER OS MONKEYS BOYS"
- "MEIA-DÚZIA DE CANALHADA, FEZ-VOS CORRER NA MAIA"Posted by Picasa

segunda-feira, abril 10, 2006

ADEUS, ATÉ UM DIA...
Aldeões-0 Mágico Leixões-5
(sem espinhas!)
Marcorock - 09/04/2006
Brevemente, fotos e vídeos referentes a este jogo! Posted by Picasa

segunda-feira, abril 03, 2006

29ªJornada: Leixões 3 Covilhã 1


Numa tarde soalheira, os adeptos compareceram em massa, motivados pelo empate matinal do Aves frente ao St. Clara, a equipa desta feita correspondeu à enorme expectativa e praticamente entrou a ganhar, pois logo aos 3 minutos Pedro Cervantes abriu o activo, fazendo rejubilar as hostes do mar. Até ao intervalo, assistiu-se a uma partida de sentido único com o Leixões a tentar alvejar a baliza serrana por várias vezes. Na etapa complementar, a formação serrana entrou mais afoita e logo nos minutos iniciais viria a conseguir empatar a partida, fruto da passividade da defesa leixonense. Os adeptos recearam o pior, o espectro do que se passou com o Feirense, pairava no ar. Porém, os bravos jogadores do mar, fizeram questão de não desiludir os adeptos e lançaram-se deliberadamente ao ataque, pelo que não estranhou a obtenção de mais golos, um da autoria de Cervantes e o terceiro, do inevitável Mágico Brasília. O resultado final espelha bem o que se passou nas 4 linhas.
Na bancada, nota positiva para o Kop to Kop, lindo mesmo!!!
A Máfia cotou-se em bom plano, criou excelentes momentos.